Geração Z entende tecnologia diferente de você

Observar as diferenças entre gerações, é uma escola sobre estudo do comportamento humano.

Tempo que você vai levar pra ler: 3 minutos

Há alguns meses houve todo um hype em cima do termo “cringe“, certamente você esbarrou em algum lugar falando sobre o assunto ou pelo menos sobre a Geração Z.

A melhor definição sobre a palavra cringe que achei, foi:

Se você está pesquisando na internet o que significa esse termo, então talvez você seja cringe.

Artigo da internet

Mas o que mais me fascina, apesar do grande tom de humor envolta disso tudo, são os aspectos comportamentais e psicossociais que permeiam o tema.

Há diversos aprofundamentos e pesquisas sobre o assunto, e eu sempre acabo me interessando em entender porque as coisas são como são.

Por exemplo, não é que a calça skinny chegou no prazo de validade, é que a a calça skinny “é a calça que nossos pais usam”, diria alguém da Geração Z.

Esse aspecto denota a necessidade da nova geração, a todo custo não querer se parecer com a antiga.

Ou pelo menos, não com a imediatamente anterior.

Afinal, em se tratando de moda para a Geração Z por exemplo, é mais aceitável usar algo dos anos 80, 90 do que algo dos anos 2000.

E vale lembrar que quem nasceu no ano 2000, é hoje uma pessoa de 21 anos de idade.

Mas a moda é apenas um dos exemplos disso. O último exemplo que esbarrei disso, foi algo que me chamou ainda mais atenção.

Pastas e arquivos fazem todo sentido! Será?

A geração Y (os chamados Millennials) ou anterior, tem total compreensão do que são pastas e arquivos no computador.

Sabem e entendem esse modelo de organizar as coisas e partem do princípio que todo mundo entende isso.

Esse conceito inclusive é mais antigo do que normalmente pode se pensar, ele tem origem lá na Revolução Industrial.

E aqui entra um grande choque nesse assunto!

Quando você nasce em uma geração, onde na sua vida toda existiu um campo de busca a mão para tudo, isso molda sua percepção do mundo.

Você elimina o esforço mental de compreender como as coisas são organizadas e até de entender que as coisas ficam em um lugar específico.

Talvez você se surpreenda com o fato de que a Geração Z em geral, não compreende o conceito de arquivos e pastas:

“Professor diz que alunos não sabem o que são arquivos e pastas”

https://www.pcgamer.com/students-dont-know-what-files-and-folders-are-professors-say/

“Geração Z aparentemente não entende como arquivos e pastas funcionam”

https://futurism.com/the-byte/gen-z-kids-file-systems

Uma geração que nasce com poderosos recursos de busca, concebe o funcionamento de computadores e celulares de uma perspectiva totalmente diferente, de uma geração anterior.

A qual não tinha isso a mão, pelo simples fato de que não existiam, ou não eram tão poderosos quanto hoje.

E isso é só a pontinha do iceberg, do fascinante assunto e as diferenciações que orbitam as gerações.

Por isso, é importante lembrar que compreendemos o mundo a partir da nossa lente individual.

Lente essa que foi constituída com base em como o mundo era enquanto crescíamos, nas experiências de todo tipo que tivemos, na criação que nos foi dada, na tecnologia da época e provavelmente mais uma centena de outros fatores.

O que é óbvio para nós, pode não ser tão óbvio assim.

Se você gostou deste artigo, talvez você possa gostar desse meu outro artigo sobre A fantástica maneira de entender o que é sucesso. Ou também da Perspectiva dos introvertidos, um guia rápido para extrovertidos.

5 2 votes
Avalie este artigo

Autor: Fernando Matos

Trabalho com engenharia de software e tenho participação em algumas empresas. Sou fundador da Pixele e co-fundador do Leverage Valley. No passado ajudei co-fundar Krabo, Go Panda, Lince, LiderProfile e Tamanduá Fit. Escrevo para o @lumberjackslife e sou host no Leverage Talks.

guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais novo Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Mateus
Mateus
2 meses atrás

Muito estranho se encontrar no do nossos “pais” lidando com uma nova geração 🙂 Ótima análise

Caio CF
Caio CF
2 meses atrás

Além do ótimo conteúdo, muio bem escrito!
Congrats, mafriend!