Upgrade de SSD no Lenovo Legion Y530 / Y540

Como fazer o upgrade para SSD no Lenovo Legion Y530 / Y 540, desde a compra até possíveis problemas na inicialização / boot.

Tempo que você vai levar pra ler: 16 minutos

Este artigo é voltado para os donos de Lenovo Legion Y530 / Y540, mas também pode servir para outros usuários que estejam fazendo o upgrade de HD para SSD, em especial em notebooks.

Este artigo tem a finalidade de indexar-se no Google e esperar pelo próximo aventureiro que fará o upgrade do HDD para o SSD no Legion Y530 / Y540, pois certamente poderá contribuir com etapas do processo, da compra até os eventuais problemas que possa vir a ter.

SSD neste Lenovo, diga-se de passagem, é um upgrade mais do que obrigatório, caso você tenha comprado a versão sem SSD de fábrica.

Posso dizer ainda com mais ênfase, é absurdamente necessário fazê-lo.

Se o SSD tivesse sido inventado no mundo antigo, certamente haveria um provérbio chinês que diria:

Existe uma vida antes de conhecer e usar o SSD, e uma vida depois que você passa a usar.

Todo mundo que usa SSD

Seu computador ligará em menos de 10 segundos, sim, do desligado até o login feito e o Chrome aberto acessando seu site preferido, você vai levar menos de 15 segundos.

E eu não estou falando de computador hibernado, estou falando desligado pra valer. Nunca mais vai te deixar na mão naquela apresentação importante, que você tira seu notebook da mochila e aperta pra ligar e tem que ficar se desculpando até que possa iniciar sua apresentação.

Mesmo se você der o azar do Windows começar a atualizar naquele instante, com um SSD você vai ver como as atualizações do Windows ficam infinitamente mais rápidas.

E isso é só o começo, pois a sua produtividade com as coisas que você vai clicar e abrirão instantaneamente, levarão o seu dia a dia pro próximo nível.

Você vai perceber que tudo que você achava que era responsabilidade da memória RAM, na verdade até era, mas tinha o maior gargalo da história, o chamado HD mecânico.

Aqueles 100% mostrando no gerenciador de tarefas? Nunca mais, pode acreditar !

Algum efeito colateral? Sim! Você nunca mais vai conseguir voltar a usar um computador com HD mecânico.

Tipo certo de SSD para o Lenovo Legion Y530 / Y540

Bom, primeiras coisas primeiro, não marque passo no tipo de SSD que você vai comprar. Eu realmente espero que você já não esteja em mãos nesse momento com um SSD Western Digital WD Green, como este abaixo:

Western Digital WD Green WDS240G2G0B

Isso porque, atenção aqui, este SSD da imagem acima WD Green não serve no Legion Y530!

E você pode conferir isso nas especificações do manual do seu equipamento, na parte que diz respeito a interface de conexão de storage que o notebook possui.

Fisicamente você vai conseguir encaixá-lo na placa mãe do seu notebook, pois ele é to tipo M.2, mas ele não vai ser reconhecido devido a sua interface de conexão.

A interface de conexão desse SSD da imagem acima é SATA III, e o seu Lenovo Legion Y530 é PCIe 3.0 e NVMe 1.3.

A parte boa é que se oportunamente você estiver caindo aqui neste artigo, antes de comprar seu SSD para o Legion Y530, saiba que PCIe é melhor que o SATA III, então mesmo que fosse compatível, você ia talvez optar por comprar SSDs do tipo PCIe.

Eu não vou entrar aqui nos detalhes dos tipos de SSDs que existem, caso você esteja estranhando um HD ser uma placa e não algo desse tipo:

Western Digital WD5000LPCX 500GB

Dê uma pesquisada pra entender os tipos existentes hoje, pois o SSD moderno pode ter tanto esse formato de 2,5 polegadas, quanto o formato de placa da primeira imagem, conhecido como M.2, este último citado no caso, é o que você precisará pro seu Legion Y530 / Y540.

Qual SSD escolher para o Legion Y530 / Y540

Neste ponto vou apresentar a opção que eu escolhi, pois desde de que compatível a interface (PCIe), vai daí de quanto você deseja gastar, juntamente às melhores avaliações que você puder obter de outros usuários e reviews que encontrar, no momento que você vai estar comprando o seu.

Ah ! E importante também, definir a capacidade que você vai querer. SSDs já baratearam muito, mas ainda sim não são baratos.

Um SSD M.2 PCIe de 1 TB no momento que escrevo este artigo, custa na casa de R$ 1000,00, já um SSD M.2 PCIe de 500 GB você pagará na casa dos R$ 700,00.

Após minhas pesquisas, a opção que eu escolhi foi o SSD XPG GAMMIX S11 Pro 512 GB e eu te digo que estou absolutamente satisfeito.

SSD XPG GAMMIX S11 Pro 512 GB

Importante perceber que a existem muitas opções de marcas, a própria XPG tem diversas linhas.

Na ocasião lembro que tinha até uma opção com LEDs, mas não vi sentido no meu caso, visto que ia ficar dentro do notebook, talvez faça sentido pra galera do desktop, que tem case transparente.

Uma outra excelente opção pode ser também a 970 EVO MZ-V7E500, não escolhi essa na ocasião, pois fiquei impressionado com os reviews tão positivos da opção daquela linha da XPG acima, que então decidi optar por ela para meu Legion Y530.

970 EVO MZ-V7E500

Como instalar SSD no Lenovo Legion Y530 / Y540

Se você chegou até essa parte, é porque você comprou seu SSD, já sofreu a ansiedade de esperar até que ele chegasse, agora é a hora de instalá-lo.

Se você nunca teve experiências de abrir notebooks antes, talvez seja importante você contar com ajuda de alguém, com mais experiência neste tipo de procedimento que você.

Pois conforme você poderá ver, você precisa ter uma série de cuidados para não danificá-lo, sem contar que todo notebook aberto pela primeira vez, é sempre mais difícil, pois os encaixes de fábrica estão novinhos, então dá uma dor na alma forçar os encaixes.

E uma recomendação: Faça já um backup para o um HD externo ou nuvem, de todos os seus arquivos, deixe o seu computador mais “leve” que você puder deixar, com todas suas coisas importantes seguras.

Aqui é importante ter um mínimo de ferramentas para o procedimento, um kit próprio para abrir notebook é muito útil:

A parte mais “chatinha” do processo de abrir o Legion Y530, é na hora de soltar a tampa traseira, aquelas palhetas ali serão bem úteis para facilitar o processo e não danificar o seu notebook.

Por outro lado, sem as ferramentas certas, você pode acabar criando marcas e “dentes” no seu equipamento. Mas, se necessário, você tem a opção de um cartão, como o de crédito, talvez algum mais fino que você tenha, que possa estragar, para fazer o papel da palheta.

Palheta de tocar violão também serve como alternativa, mas provavelmente palhetas mais finas além de estragar a palheta, não serão rígidas o suficiente.

O vídeo abaixo ensina como abrir o Legion Y530 / Y540:

E este outro vídeo abaixo, mostra não só como abrir, mas também como instalar fisicamente o SSD M.2 no Legion Y530:

Uma vez que você instalar fisicamente seu novo SSD, ligue seu computador e você será capaz de localizá-lo no Gerenciamento de disco do Windows 10.

Como passar o Windows do HD antigo do Legion Y530 para o SSD

Chegamos agora no ponto onde você já está com seu SSD instalado fisicamente, reconhecido no seu notebook, mas agora que vem a pergunta:

Como eu faço para passar a usar meu SSD novo ao invés do meu HD?

Há alguns caminhos, um deles é você fazer um backup de todos seus arquivos para um HD externo ou pra nuvem, e fazer uma instalação limpinha do Windows no SSD novo.

Escolhendo esse caminho você, depois de instalar o Windows, terá a ainda que instalar todos os drives, programas, refazer suas configurações e etc, portanto esse pode não ser um caminho pra você.

O segundo caminho, — que foi o que eu escolhi — é usar uma ferramenta para clonar / migrar seu HD para seu novo SSD.

Se você for por esse caminho, certifique-se de se precaver fazendo uma cópia antes de todos seus arquivos importantes para um HD externo ou nuvem, e também de desinstalar todos os programas que você já não usa mais.

Deixe seu computador o mais “limpo e leve” que conseguir, antes de clonar seu HD, isso fará grande diferença no tempo e na qualidade do processo.

Nesse ponto o caminho vai tornar-se mais complexo, pois geralmente os SSDs fornecem ferramentas para você fazer procedimentos desse tipo.

Mas essas ferramentas mudam de fabricante para fabricante. Por exemplo, no SSD da XPG, a fabricante Adata fornece uma licença para o software Acronis True Image.

A partir do número de série que vem no adesivo colado no seu SSD, você conseguirá uma cópia do software no site do fabricante.

O procedimento de clonagem / migração entre HD e SSD não é trivial, mas também não é um bicho de 7 cabeças, a ferramenta é robusta, então as opções avançadas pode te deixar um pouco confuso, mas a parte que você precisará é mais simples.

No caso então de ter optado por usar o Acronis True Image para fazer essa migração do seu HD para o SSD, este abaixo foi o melhor vídeo que encontrei no Youtube com o passo a passo que você vai percorrer:

Mas lembre-se, o fabricante do seu SSD provavelmente está fornecendo o software que ele recomenda você usar, mais do que isso, estará te fornecendo também a licença do software, uma vez que, tal como o Acronis, normalmente esses softwares são pagos.

Atenção! Use softwares confiáveis para fazer essa migração / clone de HD, afinal todos os seus dados vão estar “na mão” da empresa software que estiver usando. Em um software não confiável, você pode até conseguir realizar o procedimento, mas não terá a tranquilidade de que ninguém xeretou seus dados.

Tenha bastante paciência durante o procedimento, uma vez que concluir você precisará acessar a BIOS do seu Legion Y530 para trocar a ordem de boot dele e deixar a primeira opção dela, como sendo o seu novo SSD.

Se tudo saiu como esperado, você tem agora um absurdamente rápido Lenovo Legion Y530, rodando a partir de um SSD de qualidade!

Formatar o HD antigo do Legion Y530 depois do upgrade para SSD

A próxima parte desse artigo, vai servir pra você caso, como eu, depois de tudo certo, você decidiu limpar seu HD antigo para deixá-lo como um bom e grande storage, na forma de segundo HD.

Para poder usar para backup ou mesmo para armazenar coisas que você não quer deixar no seu novo SSD.

Ainda que isso seja um procedimento que naturalmente você poderia pensar em fazer, visto que está tudo certo com seu SSD já clonado e ele está funcionando.

Talvez você venha enfrentar, como eu e outros usuários enfrentamos, um problema na inicialização do seu notebook ao tentar deixar seu antigo HD como segundo HD, ou mesmo se talvez tiver o removido ele depois da sua migração para o SSD.

Se você por exemplo excluir as partições e formatar seu HD antigo, como no vídeo abaixo, com a finalidade de deixá-lo disponível, provavelmente você vai passar um aperto:

Tudo indica, pelo menos nesse contexto de upgrade de HD pra SSD no Legion Y530, que o HD de fábrica guarda na sua partição de sistema, uma relação importante com o boot do Windows e a sua inicial posição de disco único na máquina.

Portanto, ao “zerá-lo” pelo gerenciamento de disco em conjunto com o DISKPART do Windows, mesmo com tudo perfeitamente funcionando até agora, ao desligar o notebook, ele pode não voltar a inicializar como fazia antes.

Muitos usuários do Lenovo Legion Y530, eu incluso, esbarraram em problemas do tipo, em situações muito semelhantes, que são possíveis de encontrar no Google.

E você, como eu, talvez esteja com tudo certinho no seu SSD já devidamente clonado, não quer ter que formatá-lo e instalar o Windows de novo, só porque formatou e excluiu as partições do HD que seria secundário, e em teoria não tem mais nada haver com a história.

O motivo mais forte que levou eu a optar por deixar zerado esse HD original, foi porque nas atualizações de BIOS do notebook, — quando então a BIOS volta ao seu estado original — ele tornava a voltar a bootar pelo HD antigo, desconsiderando o SSD.

Atualização da BIOS no Lenovo Legion Y530

Isso somado ao fato de que aquele HD todo particionado, ainda por cima bootável, não era algo que eu queria manter no computador.

A próxima e última parte deste artigo, eu escrevi em detalhes como precisei fazer pra conseguir deixar meu HD original do Legion Y530 como segundo HD e como lidei com problema na inicialização que tive no meio do caminho.

Eu não tive opção, pois me vi dentro do problema, mas você pode se antecipar e por segurança, fazer backup dos seus arquivos importantes, antes de tentar zerar o HD de fábrica do seu Legion Y530 / Y540.

Problema de boot do Windows no Legion Y530 com SSD

Esse é um daqueles trechos que já me imagino escrevendo, desde o momento que me vejo no emaranhado do problema, indo de possível solução em possível solução, regadas a bastante frustração pelo caminho.

Tudo vai ter ido bem até aqui com seu SSD, até o momento que você decide se livrar do seu HDD antigo, seja na forma física, removendo ele do computador. Ou na forma digital, excluindo as partições e formatando para ter um volume extra de espaço no computador.

Esta parte deste conteúdo vai servir pra você, principalmente se você como eu, instalou seu SSD novo, clonou seu HDD pra ele e chegou no ponto onde você excluiu as partições e formatou seu HD antigo.

Você provavelmente chegou nesse ponto com seu computador ligado e com seu Windows funcionando. Nesse momento você está próximo a brickar sua inicialização do computador.

No momento que você reiniciar seu Lenovo Legion Y530 que teve um SSD clonado a partir de HDD, que agora teve as partições removidas e formatado, ele provavelmente não mais conseguirá inicializar.

Eu, agora com o problema resolvido, atribuo a causa ao fato de provavelmente os arquivos de boot do Windows, mesmo depois de clonados, ainda possivelmente guardarem uma dependência de referencias, que acabam por ficar armazenadas no volume reservado ao sistema do HD original.

Ou seja, perder essa referência, — apesar dela estar no SSD novo também — vai acabar por gerar o impasse justamente aí.

Por quê a referencia de boot previamente clonada, que foi então para o SSD novo na ocasião, não está cuidando disso? É isso que vamos resolver.

Ao tentar inicializar pelo SSD, tendo apagado o seu HD antigo, você ficará preso naquelas típicas telas azuis do Windows.

Essa em especial te dará opções de pressionar as teclas F1, F8, ESC e etc, mas que não resolverão seu problema.

Bom, agora aqui vou tentar encurtar o caminho pra você, você vai precisar:

  1. Um segundo computador
  2. Um pendrive que você possa formatar (8 GB é suficiente)
  3. Baixar o criador de instaladores Windows 10 e criar um pendrive de instalação do Windows
  4. Um alfinete / clipe fino (tire a ponta dele, raspe a ponta dele pra não ficar perfurante)

Algumas coisas a ressaltar aqui, nós não vamos formatar nada, essa é a última coisa que queremos, afinal só queremos voltar as coisas a funcionar.

Entretanto precisamos criar um pendrive de instalação do Windows 10, para poder acessar o Prompt de Comando, que é disponibilizado dentro instalador do Windows.

A partir daqui, eu vou assumir que você tem um certo conhecimento nestes tipos de procedimentos, do contrário este artigo ficará imenso. Mas aquilo que você não souber como fazer, faça pesquisas adicionais e use junto com esse artigo.

Importante: Alguns procedimentos que vão ser tratados mais a frente aqui no artigo, serão menos complexos se você previamente remover seu HD original fisicamente do seu notebook. Ficará mais fácil distinguir as unidades/volumes e possivelmente gere menos fricção nos seus procedimentos.

Por isso, se possível, antes de prosseguir para as próximas etapas, com bastante cuidado, abra seu notebook, desparafuse e desplugue temporariamente o cabo SATA do seu HD original.

Isso facilitará bastante as coisas pra você, pois seu computador passará a enxergar seu SSD como Disco 0 (único disco), o que será importante pra nós mais a frente.

Bom, com seu pendrive devidamente preparado para “instalar o Windows 10”, plugue-o no seu Lenovo com problema e pressione com o alfinete/clipes o botão físico de entrar na BIOS do seu notebook.

Este vídeo abaixo mostra como você deve fazer isso:

Ao fazer isso, será como ter apertado o botão de ligar, mas nessa forma de ligar seu computador, ele te dará a opção de escolher por onde você quer fazer boot.

Nessa hora, você vai escolher a opção de boot pelo pendrive, pois é lá que conseguiremos acessar o prompt de comando.

Não vou conseguir colocar imagens aqui das exatas telas que vão acontecer ao você inicializar pelo pendrive, mas até o ponto que você precisa chegar, sua sequência será mais ou menos essa abaixo:

Botões de avançar > Reparar computador > Command Prompt

Selecione a opção Prompt de comando / Command Prompt

Uma vez que seu prompt estiver aberto, agora temos condição pelo menos de interagir com o SSD e a instalação do Windows, pelo menos em nível de máquina.

E é isso que usaremos, pois o que faremos é tentar corrigir e se precisar, vamos recriar o boot do windows.

Primeiro vamos começar com três comandos em sequência, apertando ENTER a cada comando:

bootrec /fixmbr

bootrec /fixboot

bootrec /rebuildbcd

Se pra você em algum dos comandos, for exibida a informação de acesso negado, execute o comando abaixo e depois torne a executar o comando que falhou:

bootsect /nt60 all

Aqui já podemos fazer nossa primeira tentativa de ver se o seu notebook voltou a inicializar.

Feche tudo, encontre a opção desligar no instalador do Windows e antes de ligar novamente, remova seu pendrive.

Recriar os arquivos de boot do Windows no Lenovo Legion Y530 / Y540

Vamos considerar que o procedimento de correção dos arquivos de boot não funcionou pra você.

Desligue seu computador, use seu alfinete/clipes novamente para ligar ele via BIOS, selecione novamente o boot pelo pendrive e chegue novamente no Prompt de Comando.

Agora nossos comandos não serão para corrigir, serão para recriar os arquivos de inicialização do Windows por completo.

E para essa sequência de comandos a seguir, deixo aqui referenciada a fonte de onde extraí, e meu agradecimento a Cora, a autora que escreveu o artigo referenciado, pois as informações dela me foram extremamente úteis.

Outro material muito informativo sobre reparação de boot a nível de linha de comando, encontra-se muito bem documentado neste material da Dell.

Segue abaixo então, as instruções escritas pela Cora, com algumas complementações minhas, as quais achei válidas adicionar para agregar ao contexto.

Início do trecho modificado do artigo publicado no blog MiniTool

Se o erro “não é possível localizar o dispositivo de sistema solicitado” ocorre quando você tenta executar as operações do Bootrec usando uma mídia de instalação USB, ela pode não encontrar a partição correta do sistema, o que causa o problema do bootrec /rebuildbcd não conseguir localizar o dispositivo de sistema no Windows 10.

Você pode tentar este método para definir a partição correta:

Passo 1: Inicialize a partir de um disco de instalação UEFI do Windows 10 (CD/DVD/USB) e, na página Opções avançadas, escolha Prompt de Comando.

Passo 2: Digite diskpart e pressione Enter 

Passo 3: Para listar todos seus HD conectados ao notebook digite list disk e pressione Enter.

Passo 4: Em seguida, identifique seu SSD e digite:

select disk 0

Onde 0 (zero) é o número que identifica seu SSD na listagem de discos que você gerou, aperte Enter novamente.

Nesta etapa facilita a vida ter removido o HD original temporariamente do seu equipamento, pois essa lista apenas terá um único disco conectado ao seu computador, e será o disco 0 (zero).

Passo 5: Para identificar o código da sua partição referente ao sistema, digite list volume para identificar sua partição SYSTEM_DRV, que será do tipo FAT32.

Passo 6: Digite select volume 1 e pressione Enter (aqui, volume 1 é o número do volume da partição EFI, confirme se é o mesmo para você).

Observe que a partição EFI está formatada como tipo FAT32 (se a partição EFI estiver ausente, clique aqui e siga as instruções para criá-la).

Passo 7: Digite assign letter=m para atribuir uma letra à partição EFI e pressione Enter.

Você pode substituir m por uma letra de sua escolha.

Passo 8: Digite exit e pressione Enter para sair do diskpart.

Passo 9: Em seguida, digite os seguintes comandos no Prompt de Comando e pressione Enter após cada um.

cd /d m:\EFI\Microsoft\Boot\
bootrec /fixboot

Passo 10: Digite ren BCD BCD.bak e pressione Enter para alterar o nome do arquivo BCD de BCD para BCD.bak.

Passo 11: Digite (atenção pra digitar todo o comando em uma única linha):

bcdboot c:\Windows /l pt-br /s m: /f ALL 

E pressione Enter para recriar o BCD (Boot Configuration Data).

Se a letra que você atribuiu anteriormente à partição EFI não for m, altere-a neste comando de acordo.

Passo 12: Digite exit para fechar o Prompt de Comando e reiniciar o computador.

Esta solução ajudou muitas pessoas a resolver o erro “não é possível localizar o dispositivo de sistema solicitado” no Windows 10 e a reconstruir o BCD, especialmente aqueles que utilizaram uma mídia de instalação USB.

Final do trecho do modificado do artigo publicado no blog MiniTool

Executado os procedimentos acima, se não foram apresentados erros, grandes chances de termos resolvido o problema.

Desligue novamente o computador, remova seu pendrive, e se tudo correu bem, seu notebook voltará finalmente a inicializar o Windows.

Pelo gerenciamento de discos veja se está tudo certo, talvez você ainda precisará fazer algum ajuste ou outro, como formatar a segunda unidade para ela aparecer no seu Meu Computador e nomeá-la como deseja, caso não tenha feito antes.

Mas finalmente agora, poderá ter seu novo SSD 100%, juntamente com o HD de fábrica como segundo HD do notebook.

Considerações finais sobre o upgrade para SSD no Legion Y530 / 540

Conforme mencionado no início deste artigo, apesar de potenciais problemas, tome os devidos cuidados, mergulhe nas soluções se precisar, mas de uma forma ou de outra faça esse upgrade para o SSD.

É inimaginável pra mim hoje, voltar a usar a HD mecânico no meu dia a dia, mais ainda pensar no meu Legion Y530 sem um SSD.

Se você estiver pesquisando sobre o Lenovo Legion Y530 / Y540, se possível já compre ele com o SSD de fábrica, mas em não comprando por qualquer razão que seja, que este guia possa lhe ser útil quando for migrar.

É importante ainda ressaltar que muita coisa mudou no “mundinho do boot e da BIOS”, se você não tem conhecimento ou considera o seu conhecimento já um pouco defasado, procure aprender mais sobre como as BIOS estão funcionando hoje em dia.

Elas não deixaram de ser BIOS, mas andaram ficando modernas, os equipamentos ficaram modernos até na forma como elas são acessadas.

No que tange a boot / inicialização, você definitivamente vai precisar estar familiarizado os termos Boot Legacy, Boot UEFI, partição MBR, partição GPT e conceitos de boot rápido, boot seguro, além claro, de como são feitos hoje discos de inicialização na forma de pendrive e etc.

Do contrário, você ficará bastante frustrado preso nos loops de inicialização, sem saber porque não está fazendo, o quê supostamente teria que estar fazendo.

Vale deixar ainda, o heads up para o cuidado com as atualizações de BIOS, estas em especial tem um poder de quebrar as coisas a nível de hardware físico. Do tipo que vai te deixar trancado pra fora.

Costumo dizer, mantenha sua BIOS atualizada ou não atualize ela nunca.

Se você não atualizar a BIOS do seu equipamento por anos desde que comprá-lo, a chance de quando fazer clicar para atualizá-la e você “quebrá-la” por um motivo qualquer, é gigante.

E aí, meu caro amigo(a) é separar o o ferro de solda e o estanho, pois regravar a BIOS requer além de habilidade com eletrônica; conhecimento, equipamentos extras que talvez você não tenha em casa e muita paciência.

E a reflexão final sobre esse aspecto é: não faça atualizações em lugares ou momentos que você não tenha como ter acesso à pessoas e/ou equipamentos para resolver problemas inesperados.

Não troque seu HD por um SSD um dia antes de ter aquele reunião importante, não atualize a BIOS do seu notebook se tiver viajando, por fim não dê sorte ao azar em upgrades que necessitam abrir fisicamente seu equipamento e/ou atualizar coisas a nível de firmware.

E, se considerar que não tem o conhecimento adequado para algum procedimento, deixe seu equipamento na mão de bons técnicos, pois lembre-se, além da preservação e cuidado com seu equipamento em aspectos físicos, você também não pode esquecer da preocupação com seus dados.

Que este artigo possa ter ajudado você a aprender mais sobre seu Lenovo Legion Y530 / Y540, ou mesmo ter te ajudado a resolver um problema que você estava tendo com ele ou com seu SSD.

Atualizar laptops é sempre mais enjoado do que atualizar desktops, mais do que só a própria construção mais complexa do equipamento, há ainda requintes de cada fabricante que você precisa conhecer, informe-se e estude seu equipamento, esteja sempre preparado!

Todas as informações aqui foram decorrentes de experiência própria, de ter um Lenovo Legion Y530 e ter passado por todas as etapas que descrevi aqui.

Sou muito grato a todos os autores dos artigos e canais do YouTube que referenciei aqui no texto, pois o conteúdo deles foi imprescindível para eu conseguir atingir meus objetivos nesta jornada, e posteriormente poder trazer aqui na forma de um artigo completo em português.

Se você gostou deste artigo, talvez você possa gostar desse meu outro artigo sobre a dependência de tecnologia nas empresas ou também dessa reflexão sobre o mal necessário de deixar as atualizações automáticas habilitadas no Windows.

5 2 votes
Avalie este artigo

Autor: Fernando Matos

Trabalho com engenharia de software e tenho participação em algumas empresas. Sou fundador da Pixele e co-fundador do Leverage Valley. No passado ajudei co-fundar Krabo, Go Panda, Lince, LiderProfile e Tamanduá Fit. Escrevo para o @lumberjackslife e sou host no Leverage Talks.

guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais novo Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Ricardo
Ricardo
2 meses atrás

Muito obrigado por escrever esse artigo, foi o melhor que encontrei na internet sobre o Legion Y-530!

Lucas Felix
2 dias atrás

Muito raro achar um artigo tão bom hoje em dia, obrigado e parabéns pelo trabalho!